A importância da Psicomotricidade para Educação Infantil

Você, que acompanha nossas lives e demais conteúdos, já deve ter ouvido falar na palavra psicomotricidade. Entretanto, muitas mães ficam em dúvida sobre o que isso se trata e qual a importância desse aspecto para o desenvolvimento das crianças, sobretudo em idade escolar. Para esclarecer e responder a todos que nos enviam mensagens, resolvemos reservar o artigo de hoje a esse assunto.

Afinal, o que é a psicomotricidade?

Dentre vários estudos, a psicomotricidade é conceituada como uma ação de finalidade pedagógica e psicológica a utilizar os parâmetros da educação física com a intenção de melhorar o comportamento da criança com seu corpo. Há quem defina a psicomotricidade como uma ciência que estuda o indivíduo por meio de seu movimento e a interação social.

Determinante para a vida da criança

Em meio a tantos conceitos, um ponto converge para o consenso: a importância da psicomotricidade para que a criança tenha noção do seu corpo, do espaço e de como o ato de se mover pode ser determinante na educação infantil.

A criança, quando está no processo de aprendizagem, precisa interagir com outros coleguinhas. Para isso, ela necessita estabelecer comunicação, que não se dá apenas pela forma oral, mas pelos gestos também.

O desenvolvimento psicomotor na educação infantil

É indispensável que a escola trabalhe esse lado com os pequenos, pois é a partir disso que as crianças podem elaborar melhor seus movimentos e tudo que se refere ao que está em volta, inclusive.

Na sala de aula, fatores como a lateralidade, organização e noção espacial; esquema corporal e até mesmo a estruturação espacial devem ser trabalhadas em prol do aluno.

O que acontece quando a psicomotricidade não é desenvolvida de maneira eficaz?

É inegável que a falta de um acompanhamento da psicomotricidade acarreta consequências danosas ao desenvolvimento da criança. Um dos casos que podem ser notados é a lateralidade pouco trabalhada no aluno. Isso pode causar problemas de ordem espacial, por exemplo.

A utilização dos termos direita e esquerda fica prejudicada. O pequeno apresenta certa dificuldade para acompanhar a direção gráfica de leitura e escrita. Outro problema é o fato de a criança encontrar obstáculos quanto ao entendimento na distinção de letras específicas como ‘p’ e ‘b’, entre vários transtornos que podem aparecer no período pré-escolar.

Muitas pessoas pensam equivocadamente que a psicomotricidade esteja relacionada somente ao movimento, mas não é isso. Um estudo definiu muito bem qual o valor de todo esse processo, no qual diz que “a motricidade é a faculdade de realizar movimentos e a psicomotricidade é a educação de movimentos que procura melhor utilização das capacidades psíquicas”. Ou seja, o ato de movimentar-se está diretamente ligado ao aspecto mental.

Posso trabalhar isso em casa com o meu filho?

Sim. O desenvolvimento da psicomotricidade pode ser feito em casa com brincadeiras que vão estimular o senso de espaço, movimento e percepção da criança.

É bem verdade que a escola exerce um papel crucial para essa finalidade, mas o ambiente doméstico pode ser um complemento e tanto para se desenvolver esse lado tão importante para a vida de uma pessoa.

Comments 12

  1. O material do neurosaber é fantástico e nos ajuda bastante com esclarecimentos importantes… Sou psicopedagoga e estou sempre estudando sobre as várias dificuldades de aprendizagem! Obrigada de coração, vocês são maravilhosos!!!

  2. Muito bom! A Psicomotricidade auxilia muito no desenvolvimento das crianaçs e previne diversas alterações ou dificuldades que elas poderiam vir a ter! Ótimo tema!

  3. Nossa! Como estás aulas me fizeram crescer como pessoa e profissionalmente, porém não consigo separar uma coisa d outra, pois ser professora e estar com estas pessoinhas me deixa a cada dia mais feliz!
    Obrigada a vcs Neurosaber que tem me ajudado a cada dia! Parabéns!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *