Crianças com TDAH podem ter outros transtornos associados? - NeuroSaber

Crianças com TDAH podem ter outros transtornos associados?

TDAH

O TDAH (Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade) afeta mais pessoas que o senso comum imagina. Estima-se que a média de crianças e adolescentes com o transtorno de aprendizagem varie em torno de 5% a 8%.

O que muitos pais vivem se perguntando é se o TDAH pode vir associado a outras comorbidades. A resposta é sim. Infelizmente, na grande maioria dos casos. No entanto, há intervenções que auxiliam no tratamento desses quadros. É importante lembrar a vocês que cada caso varia de acordo com a situação do paciente. Veja a seguir quais são os transtornos coexistentes ao TDAH mais comuns em crianças.

Transtornos associados em números

Estudos feitos ao redor do mundo revelam que a quantidade de pessoas com TDAH e outros transtornos relacionados pode chegar a 70% dos casos. Outros 10% podem apresentar até três comorbidades juntas.

Quais são os transtornos mais comuns quando relacionadas ao TDAH?

De acordo com pesquisas, o Transtorno Opositivo Desafiador (TOD) é o mais comum entre os casos apresentados em consultórios. O TOD é caracterizado como um transtorno de conduta, em que a criança demonstra “comportamento provocador, desobediente ou perturbador e não acompanhado de comportamentos delituosos ou de condutas agressivas ou dissociais graves” (CID 10 – F.91.3 – Classificação Internacional de Doenças).

Ainda sobre o TOD, pode-se dizer que este transtorno abrange aproximadamente 1/3 das pessoas com TDAH. Quando a criança não manifesta o TOD, ela pode, então, apresentar outras comorbidades como a depressão, tiques, ansiedade e até a Síndrome de Tourette.

Lista de alguns transtornos relacionados ao TDAH

  • Desordem secundária: 66%
  • Problemas de leitura: 60%
  • TOD ( Transtorno Opositivo Desafiador): 33%
  • Transtorno de Ansiedade: 25% a 35%
  • Transtorno de Conduta: 25%
  • Depressão: 10% a 30%
  • TOC (Transtorno Obsessivo Compulsivo): de 10% a 17%
  • Três ou mais comorbidades: 10%
  • Transtornos de leitura: 10%
  • Síndrome de Tourette: 7%

Qual a intervenção mais adequada ao meu filho?

Vale ressaltar que não podemos generalizar. Isso significa que cada criança pode demonstrar uma característica específica dentro de um determinado transtorno. Sendo assim, é preciso que cada caso seja acompanhado de perto por especialistas para que eles indiquem o melhor tratamento.
É importante frisar que a presença de uma equipe multidisciplinar é a mais indicada para esses transtornos, pois além do auxílio médico, os profissionais de saúde mental, psicopedagógica e pedagógica também exercem grande influência nas intervenções.

O medicamento resolve?

Sim, mas não dispensa o tratamento feito pelos profissionais. Vale salientar que médicos e terapeutas são os únicos que devem indicar o medicamento. Em hipótese alguma os pais ou qualquer pessoa que não tiver autorização e conhecimentos comprovados podem ministrar o uso de remédios.

Para saber mais sobre que medicação pode ser dada à criança, somente a equipe responsável pelo tratamento pode indicar aquela que incide mais sobre cada caso.

Meu filho pode ser um adulto sem TDAH?

O tratamento, quando feito de forma correta e com a medicação indicada, pode diminuir drasticamente as características do TDAH na fase adulta. No entanto, cada pessoa apresenta uma personalidade que pode, também, influenciar muito na vida adulta. Por isso a presença de especialistas é imprescindível para uma vida melhor.

10 Comentários
  1. O que e linguagem verbal? qual a linguagem que precisa ser usada com essa criança.

  2. Yara Prates 7 meses atrás

    Sonia, bom dia
    Linguagem verbal é a fala. A forma mais comum que usamos para nos comunicar, expressar nossos sentimentos e desejos. A criança com qualquer tipo de transtorno precisa ser compreendida e atendida em suas necessidades. Ao observar quaisquer comportamentos que fujam ao padrão, consulte um especialista. melhor pecar por excesso do que por omissão. Espero ter-te ajudado.

    • NeuroSaber 7 meses atrás

      Com certeza Yara!

  3. Regiane 7 meses atrás

    Gostaria de saber mais sobre cada transtorno que estar relacionado ao TDAH, e de como eles agem no comportamento da criança.

    • NeuroSaber 7 meses atrás

      Regiane voce encontrará na fanpage da Neurosaber mais informaçoes sobre as comorbidades no TDAH

    • NeuroSaber 7 meses atrás

      Regiane procure em nosso canal no you tube, no site da Neurosaber que encontrará muitas informaçoes relacionadas ao TDAH.

  4. Paula 7 meses atrás

    Qual a idade correta para diagnosticar uma criança com TDAH ?

    • NeuroSaber 7 meses atrás

      Paula o Tdah deve ser diagnosticado sempre de forma multidisciplinar, sendo observados historico familiar e comportamentos de risco nos primeiros anos vida.

  5. Analice 7 meses atrás

    Qual idade faz o diagnóstico do Tod? Meu filho tem 3 anos e o neuropediatra numa primeira consulta passou resperidona e disse que era pra vê, se ele melhorasse é porque ele era Tod. Porém eu não concordei em dá a medicação. Ele disse que provavelmente meu filho é tod já eu tenho sintomas de TDAH e outro filho, tá sendo acompanhado no Caps e tomando medicação pra tdah. Como posso ter certeza que ele tem tod se não é agrassivo com os outros nem na escola?

    • NeuroSaber 7 meses atrás

      Analice! ele já tem um historico familiar de TDAH, no entanto existem comorbidades que podem ocorrer, portanto se voce não está confiante no diagnostico seria interessante procurar uma segunda opinião.

Envie uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

CONTACT US

We're not around right now. But you can send us an email and we'll get back to you, asap.

Enviando

2015 / 2017 Neuro Saber. Todos os direitos reservados.

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?