Quando a criança precisa do atendimento de Terapia Ocupacional? - NeuroSaber

Quando a criança precisa do atendimento de Terapia Ocupacional?

Pais e mães vivem cercados de dúvidas. Durante o desenvolvimento na primeira infância, a criança demonstra suas habilidades. Esse conjunto de ações costuma ser praticado de maneira espontânea e quase no mesmo período. É importante frisar a palavra quase para não utilizarmos a generalização como algo determinante.

Embora cada criança tenha o seu próprio ritmo, é inegável que qualquer sinal de atraso pode implicar em uma preocupação para os adultos. Sendo assim, quando uma criança demonstrar alguma dificuldade relacionada ao fator psicomotor (para citar apenas um dos exemplos, pois há uma série de fatores que são indicativos de algum problema que afeta o pequeno), a ajuda de um profissional especializado deve ser solicitada.

Por que a Terapia Ocupacional?

A Terapia Ocupacional trabalha com exercícios e terapias que promovem a reabilitação de pessoas que apresentam alguma limitação no aspecto psicomotor e cognitivo. Os profissionais que atuam na área realizam suas atividades junto de seus pacientes a fim de providenciar uma maior autonomia por parte da criança em seu próprio desenvolvimento. O terapeuta ocupacional pertence às profissões que estão incluídas no campo da saúde.

Que sinais são indicativos que meu filho precisa de acompanhamento?

Como a terapia ocupacional estabelece tratamentos que abordam determinadas parte do corpo e da vida de uma pessoa, os pais precisam acompanhar de perto o dia a dia da criança. Tudo isso devido aos pequenos gestos que ela esboça quando brinca com algum objeto, quando tenta engatinhar; quando o pequeno está na fase escolar e não consegue escrever ou manusear um lápis; quando a criança se confunde com frequência a noção de direita e esquerda, entre outros sinais.

A importância do acompanhamento profissional

Obviamente que somente com o acompanhamento de um profissional da área é que suas dúvidas serão sanadas. É importante que os casos de um suposto atraso cognitivo ou psicomotor sejam levados ao conhecimento do terapeuta ocupacional. Se for algo mais grave, o próprio profissional encaminhará ao especialista que pode solucionar o problema.

Para crianças que precisam de terapia ocupacional, os exercícios propostos pelos profissionais envolvem objetos e toda uma estrutura que proporciona a prática de movimentos. Essas atividades terapêuticas trazem a autonomia e uma excelente qualidade de vida à criança e aos pais.

Onde encontrar atendimento de Terapia Ocupacional?

Hoje em dia, é possível encontrar atendimentos em várias cidades do Brasil. Com o aumento de profissionais recém-saídos da universidade, o acesso a esses tratamentos tem sido bastante positivo.
Os locais onde há oferta de terapia ocupacional são os seguintes:

  • Hospitais;
  • Centros especializados em reabilitação psicomotora;
  • Clínicas particulares;
  • Universidades públicas e particulares;

As faculdades de terapia ocupacional sempre abrem vagas para que a comunidade externa possa participar dos programas que oferecem exercícios e atividades às pessoas. Com o auxílio de professores, os estudantes são acompanhados de perto no trabalho desenvolvido com pacientes atendidos, principalmente, pelo Sistema Único de Saúde.

E se o problema apresentado for uma comorbidade?

É muito comum que algum sinal de atraso também seja resultado de um transtorno. Nesse caso, a criança precisa passar pelo terapeuta ocupacional, mas com o tratamento realizado também por outros profissionais. O trabalho deve ser em equipe.

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

CONTACT US

We're not around right now. But you can send us an email and we'll get back to you, asap.

Enviando

2015 / 2017 Neuro Saber. Todos os direitos reservados.

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?