As atividades físicas melhoram o TDAH?

Já é sabido por muitas pessoas que as atividades físicas são essenciais para o aumento da qualidade de vida, seja para crianças, adultos e idosos. Não há faixa etária que saia em desvantagem quando o assunto é movimento. O corpo é diretamente beneficiado. Mas outra parte importante recebe os resultados provenientes das atividades: a mente.

Baseado nisso, o tema do artigo pode responder não só pais, mas profissionais da área escolar e que tendem a estabelecer um plano estratégico em prol do desenvolvimento da criança. Afinal de contas, as atividades físicas melhoram o Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade?

Por que o TDAH pode ser amenizado através de esporte, ginásticas e outros exercícios?

A verdade é que ainda não há muitas pesquisas a respeito, mas os poucos registros presentes na literatura científica comprovam que a criança tem o seu rendimento melhorado quando submetida às atividades.

Em 2014, o Journal of Abnormal Child Psychology divulgou uma pesquisa feita pela Universidade do Estado de Michigan e Universidade de Vermont, em que as instituições certificam o fato de atividades físicas trazerem resultados positivos para a vida.

O que o estudo conseguiu mostrar?

O levantamento foi feito com aproximadamente 200 crianças, sendo que elas ficaram dividas entre dois grupos distintos: aquelas que se exercitaram por meio de atividades aeróbicas e outras que não realizaram o exercício proposto. No entanto, metade delas apresentava fortes sinais de que poderia ter o TDAH pelas características que a ciência identifica.

Os pequenos que foram submetidos à ginástica, 30 minutos antes da escola, apresentaram uma diminuição considerável nos sintomas TDAH. Em contrapartida, o grupo que continuou sedentário não demonstrou nenhuma melhora.

Além do ambiente escolar, os pesquisadores conseguiram constatar uma melhora considerável na vida das crianças com seus familiares e outras pessoas que fazem parte de seu convívio.

O medicamento pode ser um substitutivo às atividades físicas?

É verdade que muitos pais recorrem ao uso de remédios para a diminuição dos sintomas apresentados pelas pessoas com TDAH. No entanto, mesmo que o medicamento faça parte do tratamento, é aconselhável que os exercícios físicos façam parte da rotina da criança. Somente dessa forma, as características presentes no TDAH podem reduzir de forma satisfatória.

O que pode causar um determinado receio por parte de pais e responsáveis é o fato de tais medicamentos proporcionarem efeitos colaterais, como depressão, insônia, falta de apetite, entre outros.

O que não pode faltar durante as atividades físicas?

Sabe-se que as aulas de educação física não devem ser monótonas, sobretudo para crianças com TDAH. O indicado é que os pequenos se sintam motivados a sempre continuarem ao que foi proposto pelo professor.

Sabendo mais sobre o TDAH

Estima-se que o Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade atinja cerca de 5% das crianças no mundo. Na fase adulta, os sintomas são responsáveis pela abrangência em até 60% das pessoas.

Os sintomas mais comuns são: distração, dificuldades na vida escolar e na interação social; além de impulsividade e outras características que podem ser notadas por familiares e profissionais.

Assista também:

Compartilhe este artigo

Comments 17

  1. Minha sobrinha te TDH toma remédio e faz acompanhamento psicopedagógico e psiquiátrico.Esta em SP no colégio benjamim constan minha irmã falou que a psicopedagoga pediu para ela mudar para outra escola que não fosse tradicional vc poderia me indicar alguma escola? Meu nome é Glaucia faço pedagogia e fui no encontro do neuro saber foi maravilhoso!!!bjs

    1. NeuroSaber Responde
  2. Toda criança com alguma síndrome precisa ser estimulada a desenvolver suas habilidades, através da valorização dessas suas dificuldades se tornarão mais amenas tornando-as capacitadas cognitivamente.

    1. NeuroSaber Responde
    1. NeuroSaber Responde
    1. NeuroSaber Responde
  3. Olá, sou professora de educação infantil e psicomotricista, tenho por hábito antes de iniciar minhas atividades pedagógicas, realizar atividades como corrida, saltos, com corda, etc…e em seguida um relaxamento com música. O nível de aprendizagem aumentou muito graças as dinâmicas realizadas.
    O corpo vivido é um corpo organizado.
    Muito obrigada por todas as dicas.

    1. NeuroSaber Responde
    1. NeuroSaber Responde
  4. Gostei demais dessas matérias.
    Eu desconfio que, embora meu filho tire notas boas na escola, ele tem uma dificuldade em se concentrar e em prestar atenção nas orientações e/ou aulas. ele demora demais para copiar atividades ou mesmo realizá-las.
    Gostaria de alguns exercícios ou estímulos para ajudar na concentração dele.
    Agradeço toda a atenção dispensada,

    1. NeuroSaber Responde
  5. No livro “Corpo Ativo, Mente Desperta” Ed.Objetiva, autor John Ratey. Pesquisador de Harvard.
    Registrou experiencia com adolescentes, atividades físicas, mantendo uma frequência cardíaca na taxa entre 65% e 80% mantendo-a estável por 20 a 40 minutos três vezes por semana. Ele verificou uma melhora notável nas dificuldades de aprendizagem. Leia o livro e converse com o professor de Ed. Física e com seu médico. Acho que é um caminho real esperança para nossos filhos com TDAH.

  6. No livro “Corpo Ativo, Mente Desperta” Ed.Objetiva, autor John Ratey. Pesquisador de Harvard.
    Registrou experiencia com adolescentes, e atividades físicas, mantendo uma frequência cardíaca na taxa entre 65% e 80% mantendo-a estável por 20 a 40 minutos três vezes por semana. Ele verificou uma melhora notável nas dificuldades de aprendizagem. Leia o livro e converse com o professor de Ed. Física e com seu médico. Acho que é um caminho de real esperança para nossos filhos com TDAH.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *