Atividades lúdicas auxiliam na Psicomotricidade

A psicomotricidade, palavra que muitas pessoas ficam em dúvida ao conceituá-la, está ligada à coordenação motora. Toda essa articulação é responsável pelos movimentos que todos nós aplicamos às funções do corpo no dia a dia. Na infância, sobretudo, ela é de grande importância, pois durante o desenvolvimento do corpo, as crianças podem aprimorar a psicomotricidade.

No entanto, todo esse incentivo pode e deve vir de atividades que estimulem tanto a coordenação motora grossa quanto a coordenação motora fina. O papel da escola e da família exerce uma profunda influência, pois a todo minuto os pequenos precisam se movimentar.

As atividades lúdicas, para que fiquem mais interativas, precisam contar com mais gente a fim que a criança goste daquilo que esteja fazendo.

Ganhos para o cérebro

Além de fazer bem para a psicomotricidade, tais atividades podem significar um ganho imensurável para o cérebro. Uma criança que pratica essas brincadeiras tende a fortalecer sua percepção das coisas que estão ao redor.

Quanto à coordenação do corpo, existem muitas brincadeiras e atividades que podem ser feitas logo depois que você ler este artigo. Veja quais são eles e prepare as crianças para se exercitar.

Para o desenvolvimento da coordenação motora grossa

– Pular corda: os movimentos feitos durante essa brincadeira extremamente prazerosa é responsável por estimular a coordenação motora grossa. Como todos sabem, os braços, as pernas e os pés são os maiores beneficiados.

– Jogar bola: nada mais gostoso que estimular a prática de atividades físicas por meio de brincadeiras que fazem parte da infância de muita gente. O ato de jogar bola influencia o desenvolvimento dos músculos e, praticamente, do corpo inteiro. Um bem enorme na vida de uma criança.

Esta atividade não se restringe somente ao futebol, mas é extensiva às demais brincadeiras que envolvem a bola. O simples lançamento de um lado para o outro constitui um exercício bastante rico para a coordenação motora.

– Jogar bexiga ou bola para o alto: a atividade de agora envolve muita agilidade, pois a criança não pode deixar o objeto cair no chão. Isso estimula seus braços e suas pernas.
Para o desenvolvimento da coordenação motora fina

– Massinhas: o ato de brincar com massinhas é um ótimo estimulante dos movimentos da coordenação fina. Amassar esse objeto é uma forma lúdica de trabalhar os músculos das mãos.

– Brincar de bolinha de gude: embora essa brincadeira não esteja tão presente na vida das crianças de hoje, nunca é tarde para apresentar a elas quão legal pode ser. Além disso, a bolinha de gude é excelente para exercitar os movimentos dos dedos.

– Colorir: crianças adoram colorir, e esta atividade é bastante rica no desenvolvimento da coordenação motora fina. Uma folha de papel e uma caixa de lápis de cor são incentivos fortes para que os pequenos trabalhem os movimentos dos pequenos músculos das mãos.

Como vocês puderam ver, uma atividade despretensiosa representa muito para a coordenação das crianças. Seja em casa ou na escola, pais e professores têm uma responsabilidade considerável nessa missão.