Atividades que Desenvolvem Lateralidade

Um dos aspectos mais importantes na vida de uma pessoa é a lateralidade, mas muitas pessoas não sabem defini-la com precisão e nem compreendem a importância que ela exerce no desenvolvimento humano. Esse domínio está ligado somente ao fato de a criança saber diferenciar os lados direito e esquerdo de seu corpo ou vai muito além? Veja a seguir a resposta para tal questionamento e acompanhe também as atividades que ajudam a desenvolver essa capacidade.

Definindo a lateralidade

Segundo estudos, a lateralidade está relacionada ao esquema interno do indivíduo, capacitando-o à utilização de um lado do corpo com maior facilidade e contribuindo com a execução de tarefas diárias. Dentro da própria ciência existem pesquisadores que tal capacidade esteja ligada às habilidades do pé, da mão e dos olhos. Por outro lado, há estudiosos que consideram a audição como uma parte relevante na lateralidade.

Como a escola pode auxiliar em tal desenvolvimento?

O ambiente escolar proporciona uma série de oportunidades que facilitam a prática de atividades da lateralidade. Pedagogos, educadores, psicopedagogos, psicomotricistas são os especialistas que podem oferecer as tarefas essenciais para impulsionar a capacidade dos alunos.

Para mostrar como o caráter pedagógico está relacionado, é importante ressaltar que tanto a escrita quanto a orientação espacial e temporal contribuem muito para a lateralidade de uma criança.

Quais são as atividades?

Aqui vocês verão o que pode ser feito com as crianças a fim de trabalhar essa parte tão importante na vida de todas elas:

– Controle dos pés: os pequenos devem chutar a bolinha de papel com um dos pés. Logo depois, o objeto precisa ser estimulado com o outro pé. É aconselhável que cada estudante faça essa brincadeira para treinar a lateralidade.

– Pulando em círculos: a professora precisa desenhar círculos pelo chão. A ideia é disponibilizar menos círculos que o número total de alunos. Todos eles devem participar da brincadeira, que consiste em uma ordem dada pela educadora: pulem para a direita, pulem para a esquerda. Assim, eles podem treinar a lateralidade saltando de um desenho para o outro.

– Trilhando caminhos: com um roteiro traçado com pegadas de cartolinas pelo chão, o estudante deverá acompanhar o trajeto, sempre falando em voz alta qual o pé está usando, se direito ou esquerdo. Essa atividade é muito útil para a criança não só treinar a lateralidade, mas ficar inteirada quanto à noção dos lados utilizados.

– Pulando de um pé só: o objetivo desta brincadeira é estimular o aluno a desenvolver a capacidade do corpo de trabalhar a parte que ele mais tem facilidade de usar na realização de tarefas.

– Outras brincadeiras/atividades: além das citadas acima, é interessante ressaltar que a criança pode desempenhar várias tarefas por meio de brinquedos. O simples fato de brincar com seus carrinhos, bonecas, bolas e diversos objetos proporcionam a todos uma maneira de treinar diariamente suas habilidades ligadas à lateralidade.

Independência: uma atitude importante

Vale ressaltar que os pais também podem ajudar o desenvolvimento dos pequenos por meio do estímulo à autonomia delas dentro de casa, em situações que ofereçam riscos: guardar os brinquedos mais leves, organizar a mesinha de fazer deveres, arrumar o que estiver fora de lugar, etc.

 

Já pensou aprender profundamente as Técnicas Psicomotoras que podem otimizar o Desenvolvimento Infantil de uma maneira Lúdica, Encantadora e Eficaz? Em um curso online completo a Lu Brites te ensina tudo sobre Psicomotricidade com fundamentação científica e de forma prática e simplificada.

Compartilhe este artigo

Comments 1

  1. Amei ….como estou terminando Psicopedagogia e vou fazer o PROTEA , o meu próximo curso é aprender muito mais sobre psicomotricidade assim poderei contribuir muito mais no desenvolvimento dos meus alunos..

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *