Brincadeiras simples para desenvolver coordenação motora das crianças

A infância é determinante para outras etapas da vida. A coordenação motora representa um dos aspectos mais importantes para o desenvolvimento de uma pessoa. Situações que fazem parte do cotidiano da criança são essenciais para impulsionar esse conjunto de habilidades.

O primeiro contato com objetos, os trabalhinhos do jardim de infância e a manipulação de pequenos objetos significam as descobertas daquele pequeno universo para o bebê.

Qual a importância das brincadeiras?

A partir dos 3 ou 4 anos, meninos e meninas começam a ter um certo controle de sua preensão (ato de pegar algo), do equilíbrio das pernas e tronco, embora ainda possam cambalear. As tarefas pedagógicas e as brincadeiras que fazem parte de sua vida exercem uma influência imprescindível no desenvolvimento das crianças.

Colocando em prática as habilidades necessárias

É válido ressaltar que para uma coordenação motora regular, o pequeno deve mexer, tocar, descobrir, movimentar-se. As brincadeiras, então, representam uma excelente oportunidade para que seus filhos possam colocar em prática as habilidades, cujos benefícios os acompanharão por toda a sua vida. A psicomotricidade é um exemplo.
Há uma série de atividades lúdicas que podem ser realizadas não somente no ambiente escolar, mas em casa mesmo. Portanto, pegue papel e caneta; anote nossas dicas e aproveite com o seu pequeno.

Que brincadeiras simples posso ensinar aos meus filhos?

Não há espaço para citar todas elas, mas podemos falar sobre algumas que exercem o papel de desenvolvimento nas habilidades motoras da criança.

Produção de pães (fictícios): sabe aquela famosa massinha que todos nós já brincamos um dia? Então, esse material oferece uma textura própria para que os pequenos amassem, enrolem, puxem, desfaçam e criem o que eles desejam. O trabalho exercido com os músculos das mãos é imenso. A criança, geralmente, distrai-se tanto que nem percebe o exercício que realiza;

Amarelinha: quem nunca brincou de amarelinha durante a infância? Todos nós sabemos como a atividade nos dá um maior controle das pernas, impulsionando o equilíbrio e a psicomotricidade em geral;

Pega-pega: a clássica brincadeira é uma das práticas mais benéficas para o corpo da criança. Os próprios movimentos já falam por si;

Pular corda: ideal para trabalhar a força dos membros inferiores, importantes para a locomoção;

Dedoches: os fantoches usados nos dedos (para teatro, encenações) são excelentes para a própria coordenação motora, mas também exercem um papel muito interessante, pois eles são responsáveis pela associação de palavras com ações coordenadas (onde ocorre a junção dos processos de linguagem ao processamento visual e o movimento dos dedos);

Pintura com tinta guache: a atividade é ideal para a preensão do pincel utilizado e, consequentemente, o fortalecimento das mãos ao pintar ou colorir as imagens;

Colagens: para o resultado final desta tarefa, a criança precisará rasgar, amassar e a manipular o material; impulsionando o trabalho de suas mãos.

Tornando a brincadeira mais atraente

Para chamar a atenção de seus filhos, por que não convidar outras crianças para as atividades? Desenvolver a coordenação motora promovendo a diversão é o melhor caminho para todos eles. Não perca mais tempo.

Já pensou aprender profundamente as Técnicas Psicomotoras que podem otimizar o Desenvolvimento Infantil de uma maneira Lúdica, Encantadora e Eficaz? Em um curso online completo a Lu Brites te ensina tudo sobre Psicomotricidade com fundamentação científica e de forma prática e simplificada.

Compartilhe este artigo

Comments 3

  1. Minha filha tem 06 anos está no primeiro ano. Ela tem muita dificuldade em aprender , muitas vezes ela acaba de fazer à atividade se perguntar a ela, já não consegue te responder mais o que acabou de fazer. Ai começa a chorar. O que devo fazer. Que atividades vocês me orienta a fazer com ela para ajudar no desenvolvimento dela.

    1. NeuroSaber Responde

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *