Como estimular o uso de banheiro em crianças?

O que fazer para estimular as crianças ao uso de banheiro? E se o pequeno necessitar de uma atenção maior? Enfim, essas perguntas são sempre pensadas por pais e profissionais que lidam com a criação e a educação de meninos e meninas bem novos.

A situação passa a exigir mais cautela quando a criança convive com alguma condição que incite um cuidado maior, como o Transtorno do Espectro Autista (TEA). Considerando que uma pessoa com autismo nem sempre desenvolve linguagem verbal, nota-se um cenário em que os responsáveis precisam estabelecer estratégias a fim de garantir uma comunicação alternativa.

Desafios para adultos e crianças

O uso de banheiro por parte de quem convive com TEA é um desafio para todos os envolvidos. Para os pais, o detalhe que mais preocupa é estimular seus filhos a externar a vontade de executar as necessidades fisiológicas. Para as crianças, por sua vez, saber se expressar é o ponto que mais deve causar embaraços.

Como perceber a intenção do pequeno?

Quando a criança não consegue se comunicar verbalmente, ela costuma demonstrar algum incômodo na iminência de aliviar suas necessidades fisiológicas. É muito comum que os pequenos se mexam mais do que o normal ou usem as mãos para gesticular algo, até mesmo quando não conseguem segurar.

Se isso acontecer, tente criar formas de estímulo que impulsionem a vontade de fazer xixi. Por exemplo, faça o sabor de suco preferido de seu filho e sirva alguns copos ao longo do dia. Ele provavelmente vai aumentar as idas ao banheiro, eis aí uma oportunidade para encorajar sua criança até o toalete.

Você pode adotar práticas lúdicas que auxiliarão esse processo, como alguma brincadeira, a imitação das vozes de seus personagens preferidos ou a utilização de um brinquedo específico. Tudo isso para induzir o uso de banheiros em crianças.

De que jeito posso falar com a criança?

Embora a imitação de vozes seja uma alternativa, é interessante salientar que evitar termos infantilizados e possibilitar expressões corretas do idioma são excelentes para aumentar o vocabulário dos pequenos.

Descarga: um desafio para os pequenos

Em relação ao uso de banheiro em crianças, o ruído emitido pela descarga pode assustá-las. A dica é estar sempre por perto e ampará-la diante do medo que ela tende a demonstrar. A dica é sempre ir cantando com a criança para que ela fique calma e saiba que você estará sempre ali por perto. Com isso, o pequeno vai criar a confiança necessária para utilizar a descarga sempre que necessário.

Como estimular o uso de banheiro em crianças na escola?

É preciso que a criança chegue ao ambiente escolar parcialmente treinada quanto ao uso do toalete. Se os pais deixarem para os educadores e os auxiliares desempenharem essa função, o pequeno pode demonstrar um desempenho bem aquém do que deveria.

Por isso é importante que seu filho seja devidamente treinado dentro de casa para que ele aprenda todas as estratégias que viabilizem uma experiência bem-sucedida. Com o auxílio da família e da escola, o pequeno pode conquistar progressos cada vez maiores.

Dicas para higiene

O uso de banheiro em crianças também precisa de algumas estratégias que possibilitem a higienização após as necessidades fisiológicas. Procure sempre adotar tom lúdico nessas situações e sempre com total paciência. Outra dica é a utilização de lenços umedecidos para limpá-la, tendo em vista que o papel higiênico é um material mais áspero e pode machucá-la.

Em outros ambientes

Fora de casa, a solução é adotar as mesmas técnicas que são utilizadas dentro do lar. Porém, os cuidados devem ser redobrados e a companhia de um responsável indispensável.

Mesmo com essas dicas, o aconselhável é que vocês conversem com o terapeuta de sua criança a fim de estar por dentro das soluções mais eficazes para o pequeno.

 

Dr Clay Brites

Compartilhe este artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *