Dicas de como organizar os estudos de seu filho

A volta das férias sempre é um período de adaptação aos hábitos. A fase requer até esforço para corrigir determinados comportamentos que não trazem bons resultados. É preciso estar em dia com o que se aprende em sala de aula para que o aprendizado seja realmente eficaz.

Na vida de uma criança e de um adolescente, a organização do estudo deve seguir um roteiro que deixe o conteúdo de forma bastante rentável para o aluno. Sendo assim, a NeuroSaber traz, neste artigo, dicas valiosas de como se organizar para estudar. Estão prontos?

Estabeleça um cronograma

Nada melhor que criar uma agenda ou uma relação de horários em que a criança/adolescente poderá ter todas as suas tarefas devidamente organizadas. É importante que vocês, pais, não o sobrecarreguem com excesso de conteúdos. Lembre-se que todos precisam de um momento para deixar a mente respirar.

Escolha um momento específico do dia

É muito comum que usemos um espaço do dia para determinadas atividades. Sendo assim, identifique qual o período mais indicado para que seu filho possa estudar. O período da tarde é ideal para aqueles que vão para a escola bem cedo. Já para os alunos do turno da tarde, a manhã pode ser uma boa opção. Deixe a noite para o descanso e lazer.

No entanto, como tudo é conversado, a criança/adolescente pode preferir a noite para os estudos e as manhãs mais livres. O importante é chegarem a um consenso que impulsione os estudos além da sala de aula.

Quantas horas por dia?

É aconselhável que se estabeleça uma meta diária de estudos. Por exemplo, em duas horas, há bastante conteúdo para revisar a fim de fixá-lo na mente do estudante. Considerando que cada pessoa apresenta uma facilidade maior em detrimento de outras, pode acontecer que a rotina de um seja maior do que a do colega se sala. No entanto, o que não pode faltar é o respeito pelo limite da criança e do adolescente.

Escolha o que será priorizado

Aquilo que não foi absolutamente compreendido deve ser priorizado. Então, estabeleça um critério de estudos que valorize uma matéria que inspire mais detalhamento. A matemática, por exemplo, é uma disciplina em que muitos alunos têm dificuldades. Se este for o caso de seu filho, tente revisar e estudar o conteúdo aprendido em sala. Vale ressaltar que isso não deve ser feito em excesso.

Varie a metodologia de estudo

Estudar pelos livros e pelo caderno ainda é a maneira mais rica de se fixar conteúdos. Porém, é preciso seguir a tendência e utilizar as ferramentas que estão ao nosso alcance. O uso de tablets, smartphones e computador serve de complemento bastante eficaz.

Nota-se, hoje em dia, que muitos aplicativos pedagógicos estão voltados para esses dispositivos. Isso, talvez, seja uma alternativa muito menos maçante aos estudantes das duas últimas gerações, que já nasceram em contato com o avanço tecnológico.

Deixe o estudo mais dinâmico

Por último, torne a rotina de estudo mais lúdica. Utilize jogos educativos que tornarão o aprendizado mais eficaz, leve e organizado.

Compartilhe este artigo

Comments 9

  1. Meu filho tem TDAH e transtorno específico de linguagem. Estuda em escola integral, onde pela manhã tem um horário para tarefas de casa. Como ele faz as terapias, estamos receosos de ainda ter um horário à noite para estudar

  2. Gostei da ideia do gronigrama, inserindo os meios de comunicação, isso pode despertar o intresse da criança e do adolescente fazendo com que ele tenha mais vontade de estudar.

  3. Gostei da matéria, mas no caso de meu filho Enzo, adolescente com 15 anos, nada persiste. Fizemos combinados no inicio ano, mas eu não estando ele não cumpre, mal faz temas e alguns, não revisa os cadernos. É portador de TDAH e TOD

  4. Olá Luciana!
    Os pais tem muita dificuldade em conseguir criar uma rotina diária de estudos para seus filhos.
    Eles acreditam que as crianças tem que se virar sozinhas.
    Sempre solicito que façam um mural no quarto com horários e atsozinhas.e que acommpanhem na hora de estudo porém, percebo que é muito difícil para eles.
    Um abraço,
    Sueli

  5. Boa tarde, LUCIANA

    Sempre muito bom receber as dicas,orientações, esclarecimentos sobre todo tipo de dificuldades encontradas na Educação. Essas dicas ,me serão válidas para orientação dos pais dos alunos m uma reunião de pais.É válido para acompanhar o crescimento escolar de nossos alunos ou filhos,pois quando chegamos ao ensino superior muitas vezes esquecemos de aplicar essas regras básicas para nós mesmas rsrsrrsr.
    Um abraço agradecido e afetuoso

    Maria das Graças

  6. Amei as dicas, até porque,trabalho de manhã e à tarde,e essas dicas vai nos ajudar, valeu Lú, obrigada

  7. Olá, essas dicas muito boas,já faço em parte , me fez relembrar a importância do cronograma na agenda, muito bom.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *