Distúrbio do Processamento Auditivo Central e TDAH

O que fazer quando sua criança é diagnosticada com o Distúrbio do Processamento Auditivo Central (DPA) e o TDAH simultaneamente? Existe alguma forma de amenizar os efeitos que ambos podem causar na vida do pequeno? Vocês encontrarão estas e outras respostas neste artigo. No entanto, é importante que os leitores fiquem por dentro de algumas informações.

O que é Distúrbio do Processamento Auditivo Central?

O Distúrbio do Processamento Auditivo (DPA) pode ser definido como um processo que envolve diversas áreas do cérebro que têm a função de perceber, organizar e de integrar estímulos auditivos exclusivos ou concorrentes que permitem a identificação e a permissão dos mesmos. No entanto, esta habilidade depende de outras funções neurológicas: memória, atenção e outras atividades ligadas à execução de tarefas.

Relembrando o TDAH

O Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH) é um distúrbio, cujos aspectos mais característicos são a impulsividade e a distração. No entanto, existem outros pontos que também são percebidos como parte integrante do distúrbio: problemas de atenção seletiva e sustentada; dificuldades de interação social, oscilações de humor, déficits de memória, organização espacial, motora, temporal; dificuldades de aprendizagem, entre outros.

É preciso que pais e responsáveis pela criança saibam que não existe um exame específico para diagnosticar o TDAH. Nesses casos, os especialistas colhem dados dos pais e dos profissionais da escola em que o pequeno estuda a fim de confrontar as informações com os critérios do DSM-5 e com escalas de avaliações específicas. Análises neuropsicológicas também podem ser necessárias para investigar as habilidades cognitivas.

Importante saber

Vale ressaltar que as características citadas acima não ocorrem em que é diagnosticado com o distúrbio que afeta o Processamento Auditivo, mas apenas com quem tem o TDAH.

Mas existem sintomas que podem ocorrer nos dois casos?

Sim, há situações que são notadas tanto no distúrbio voltado ao Processamento Auditivo quanto ao TDAH. Inclusive, elas (condições ocorrentes no primeiro caso) são muito próximas das características presentes no TDAH. Os sintomas são os seguintes: desatenção auditiva, baixa memorização auditiva e rendimento escolar; dificuldade de leitura e escrita.

O que fazer para não focar a atenção somente em uma das situações?

Como o DPA conta com exames mais específicos, o diagnóstico para saber se existe algo que precisa ser tratado no Processamento Auditivo é mais facilitado. Com isso, é possível que muitos pais se preocupem apenas com o DPA e não com o TDAH. É preciso que ambos sejam tratados.

É possível conduzir tratamento para o DPA e o TDAH simultaneamente?

Um grupo de pesquisadores publicou há alguns anos que o uso de medicamento psicoestimulante, já utilizado para amenizar os efeitos do TDAH, também podem apresentar benefícios para os sintomas presentes no DPA. O estudo foi divulgado na Revista Brasileira de Psiquiatria.

No entanto, o conselho é que pais e responsáveis pela criança procurem auxílio com especialistas a fim de encontrarem terapias e medicamentos que possam ajudar o pequeno, seja ele diagnosticado com TDAH, DPA ou ambos.

 

Compartilhe este artigo

Comments 15

  1. Gostei da matéria me interesso pelo assunto pois sou professora e trabalhp com crianças (ouvintes e surdas tbm)

  2. Olá, meu filho tem 6anos e tem laudo de autista leve, ultimamente tenho percebido um DPA, que tem ficada mais intenso. Ele tem aula de teclado, já faz 2anos. Gostaria de saber se essas aulas são prejudiciais para ele? E como fazer esse exame pra saber se realmente ele tem DPA?

    1. NeuroSaber Responde
  3. Gostei muito. Vou fazer citação no meu trabalho. Muito esclarecedor.
    Continuem nos ajudando a compreender o que acontecem com nossas crianças! Obrigada pela ajuda. Amo seguir vcs. Me sinto uma aprendiz em formação!
    Valeu…

  4. Muitas considerações interessantes. Contribuições significativas para a identificação do TDAH e DPA. na escola e no consultório psicopedagógico. Obrigada sempre.

  5. Bom dia sempre vejo seus vídeos e acompanho o trabalho de vcs
    Tenho um filho com 8 anos diagnosticado com Tea desde os 3
    Tenho problema na escola , a forma da professora corrigir os erros
    Deixa ele mais agitado e chora
    Tem muita dificuldade em se concentrar . Português é desafiador , matemática é ótimo
    Mas quando erra as palavras e a professora risca de caneta os erros
    Ele chega muito pra baixo em casa
    Como faço
    Ano passado ele teve uma professora mega gentil que não riscava o caderno dele
    Ate a letra dele era outra
    Esse ano está sem interesse , letra ruim e muitos rabiscos da professora

    1. NeuroSaber Responde
  6. Em qual CiD está este transtorno do processamento auditivo…??? Esta é uma entidade nosológica reconhecida?

    1. NeuroSaber Responde
  7. Boa tarde!tenho um pequeno que está em uma psicopedagoga,mas ainda não. Incluiu o relatório…fiquei preocupada e gostaria de saber com quantos anos e apresentado o TDAH

    1. NeuroSaber Responde
  8. Eu assisto praticamente há dois anos. Os videos e aulas são muito complementares. Eu terminei a minha pós graduação, mas agradeço a participação de vocês. A cada video me instruia de forma prática e objetiva. O assunto abordado realmente 3 uma dúvida para os pais. O meu filho ouve ou ele não tem atenção. Agradeço imensamente este trabalho que vocês nos dedica.

    1. Adriana Matias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *