Educação precoce e estimulação psicomotora

A educação precoce é algo que deve ser acompanhada de perto por profissionais especializados. Afinal de contas, toda etapa conquistada pela criança vem cheia de desafios. Além disso, outro fator que surge como consequência desse aspecto é a estimulação psicomotora.

Quando ocorre a educação precoce?

Na verdade, tudo isso é bastante relativo, pois há casos distintos. Quando uma criança é apresentada à vida pedagógica através das tarefas do jardim escolar ou da creche, ela já está inserida ao ambiente que proporcionará o contato com atividades que impulsionarão seus movimentos e a consciência do que tais atitudes podem gerar um resultado.

Onde entra a estimulação psicomotora?

O desenvolvimento psicomotor surge a partir do momento em que o pequeno lida com as tarefas. Importante frisar que a elaboração de jogos lúdicos e as brincadeiras são completamente indicadas por incutir na criança adaptações que passarão a fazer parte da vida delas. Situações que podem favorecer a exploração do espaço em que ela esteja inserida.

Como conciliar a educação precoce com a estimulação psicomotora?

Para auxiliar os alunos com esse exercício, a presença de um educador e um psicomotricista faz-se necessária na sala de aula. Os profissionais entendem como dar continuidade a um processo que requer total atenção, uma vez que as crianças precisam das coordenadas dos adultos que estão presentes na escola.

A importância da estimulação psicomotora

Quando a criança se encontra inserida no ambiente escolar, as possibilidades que se abrem são várias. O aspecto psicomotor simboliza um dos passos mais importantes na vida dos pequenos.

Como dito anteriormente, a experiência que os jogos lúdicos promovem é bastante rica e proporciona o aprendizado dos estudantes de forma que elas possam contextualizar com o cotidiano que faz parte da vida de cada um.

A psicomotricidade está ligada aos primeiros progressos na vida pedagógica da criança. A força que ela emprega sobre um lápis, o jeito de pegar o objeto; a maneira que ela utiliza uma tesoura ou colore um desenho; tudo isso é aprimorado pelo estímulo psicomotor, o que é incentivado na sala de aula. Na educação infantil, esses aspectos são levados a sério, considerando-se a evolução de cada aluno.

Outra informação que reforça o papel da estimulação psicomotora é que além dos aspectos motores, tais atividades são responsáveis pelo desenvolvimento do lado afetivo e intelectual do aluno. Portanto, é imprescindível que as crianças sejam induzidas desde cedo a essas atividades.

O que fazer quando o pequeno não corresponde aos estímulos?

Na verdade, a situação requer muita cautela, pois o motivo da não correspondência da estimulação pode significar causas variadas. Por conta disso, a melhor solução que pode ser obedecida é a procura por profissionais que possam orientar os pais. A partir desse auxílio, a equipe pedagógica da escola também pode traçar um plano que estimule o pequeno aos exercícios necessários.

Em casos mais sérios, a saída é solicitar ajuda de uma equipe médica multidisciplinar a fim de oferecer às crianças as intervenções que trarão resultados ao seu desenvolvimento.

Compartilhe este artigo

Comments 7

  1. A neurosaber vem abordando assuntos muitos importantes que tem haver com o nosso contexto de trabalho estou adorando e quero ne apronfudar cada vez mais.

  2. O que acontece com crianças com Espectro do Autismo de moderado a severo que não tem um atendimento adequado no ensino regular na área da Educação Física? O que fazer com elas? A estimulação psicomotora está dentro da Educação Física pra elas.

    1. NeuroSaber Responde
  3. Infelizmente não são todas as escolas que traçam um plano pedagógico para crianças com dificuldades/ necessidades na aprendizagem.

  4. Resultados impressionantes pode acontecer se a aplicação das estimulações forem utilizadas precocemente, o quanto antes e os resultados serão cada vez mais profundos

  5. Vocês são ótimos, fui aluna de alguns cursos, leio , assisto e aprendo muito com vocês e já faz uma bom tempo.
    Obrigada.
    Sirlei

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *