Estágios de desenvolvimento da consciência fonológica

Todos vocês estão por dentro de como a consciência fonológica exerce um papel fundamental no aspecto cognitivo de uma pessoa. A alfabetização também é uma parte completamente beneficiada, uma vez que ambas estão diretamente ligadas.

O desenvolvimento da consciência fonológica

É importante pontuar que a consciência fonológica passa por diferentes estágios que são marcados por etapas determinantes. Todas elas são essenciais por estabelecer uma fase de descobertas para a criança. Vejam quais são elas:

  • Estágio 1 (não nascido – 1 ano): aprende a reconhecer, diferenciar e responder a sons de fala e não fala, começa a reconhecer palavras, expressões faciais e gestos corporais. Faz sons, imita padrões de fala e usa a linguagem corporal para expressar seus pensamentos.
  • Estágio 2 (1 ano – 2 anos): começa a isolar palavras individuais em um fluxo de fala, a se envolver em uma peça sonora e a reconhecer que as frases são constituídas de palavras individuais.
  • Etapa 3 (2 anos – 4 anos): a consciência de rima irá emergir.
  • Estágio 4 (3 anos – 5 anos): começa a desenvolver uma compreensão de que as palavras podem ser divididas em partes e que elas dão à palavra seu ritmo. Ela deve ser capazes de misturar sílabas oralmente para formar palavras e segmentar palavras em sílabas.
  • Etapa 5 (4 anos – 5 anos): pode agrupar palavras por som, sem soletrar. Ela começará a entender que as sílabas de uma palavra podem ser subdivididas em unidades de som menores, chamadas de início e fim.
  • Estágio 6 (consciência fonêmica) – (4 anos – 6 anos): pode identificar oralmente os sons iniciais e finais em palavras e o som medial em palavras monossílabas. É capaz de dividir as palavras em seus sons individuais e misturar sons para formar palavras. Isso é puramente verbal, e não na representação escrita da palavra.
  • Estágio 7 (5 anos – 7 anos): deve ser capaz de substituir sons em palavras para criar novas e entender como a exclusão de um som de uma palavra pode alterá-la.
  • Estágio 8 (Phonics) – (4 anos – 7 anos ou mais): aprenderá fonema e grafema e desenvolverá um entendimento de que alguns sons podem ser representados por mais de uma letra. Ela aprenderá que as letras têm nomes e são usadas para representar sons em palavras escritas.
  • Estágios 9 e 10 – (5 anos – 7 anos ou mais): aprende a usar fonética para ajudar a decodificar palavras para leitura e auxiliar na codificação de palavras para escrita.

Todas essas crianças desenvolvem tais habilidades ao mesmo tempo?

Na verdade, enquanto umas podem demonstrar as habilidades mais cedo, outras as desenvolvem mais tarde. É preciso lembrar que cada ser é único e diferente. O período de alfabetização é excelente para o trabalho dedicado a essas competências. Claro que na iminência de um intervalo maior entre os desenvolvimentos, os especialistas devem ser procurados.

A consciência fonológica, o desenvolvimento infantil e a linguagem

A linguagem é um importante fator para o desenvolvimento e a aprendizagem. A linguagem oral seria indispensável para as habilidades de leitura e escrita se estabelecerem, do mesmo modo que as habilidades de linguagem receptiva (não-verbal) e expressiva (verbal) também foram consideradas como bons sinais precoces da compreensão de leitura.

Foi constatado, também, que crianças com desenvolvimento abaixo do esperado na alfabetização apresentam um desempenho insatisfatório em compreensão da linguagem, produção sintática e tarefas metafonológicas.

O desenvolvimento das habilidades fonológicas

As habilidades fonológicas se desenvolvem em uma progressão previsível. As habilidades básicas de escuta e a consciência lexical são precursores essenciais para o desenvolvimento da consciência fonológica.

 

Referência

BRITES, Luciana. Consciência fonológica: manual teórico e prático. Arapongas: Neurosaber, 2019.

 

Compartilhe este artigo

Comments 6

  1. Excelente artigo, aliás tenho aprendido muiiiiito com vcs través desses textos, das lives, dos vídeos, vcs são excelentes!!!

  2. Boa noite,
    onde encontro esse livro?

    BRITES, Luciana. Consciência fonológica: manual teórico e prático. Arapongas: Neurosaber, 2019.

    1. Suporte Neurosaber

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *