Estimulação sensorial e Psicomotricidade

Estimulação ou Integração sensorial é a capacidade de receber e organizar as informações sensoriais, produzindo respostas adequadas. Essa é a base da psicomotricidade.

A psicomotricidade estuda o homem em sua totalidade, pela interação do movimento do seu corpo com o mundo externo e interno (maturação, aquisições cognitivas e afetivas). Baseia-se em conhecimentos da psicologia, biologia, sociologia, entre outros, produzindo um saber que une o movimento, o intelecto e o afeto. 

A base da psicomotricidade está na estimulação sensorial, que através de atividades lúdicas, conduz a criança a um desenvolvimento harmônico. A estimulação sensorial é importante para todas as crianças, pois é através dos sentidos que elas conhecem o mundo e adquirem competências importantes para a aprendizagem, coordenação motora, interação social, criatividade, memória, equilíbrio e outras habilidades.

O movimento é uma forma de expressar, de se comunicar e se relacionar com o outro. Por isso, a psicomotricidade, ao trabalhar a estimulação sensorial, tem um papel importante no desenvolvimento das habilidades motoras, intelectuais e afetivas das crianças. Saiba mais. 

A importância da estimulação sensorial

Os neurônios de uma criança que nasce estão prontos para serem desenvolvidos através dos estímulos sensoriais. Por isso, os primeiros anos de vida, devido à plasticidade neuronal (capacidade de reorganizar as funções do sistema nervoso) são tão determinantes para assimilação de informações.

Essa ativação neural ocorre pelos vários estímulos sensoriais que a criança recebe pela visão audição, tato, olfato e paladar. Daí a importância de ser estimulada desde pequena e estar em ambientes lúdicos que lhe permitam desenvolver diversas habilidades.

O desenvolvimento da criança depende da capacidade de organização sensorial, ou seja, da capacidade de integrar as informações que recebe através sentidos, sensações e experiências.

A estimulação sensorial é essencial para a criança desenvolver e aprimorar sua motricidade fina, equilíbrio, esquema corporal, organização espacial e temporal. O trabalho com a psicomotricidade ajuda as crianças na autorregulação, melhora sua capacidade para aprendizagem e desenvolvimento psicomotor.

A importância da Psicomotricidade

“Psicomotricidade é um termo empregado para uma concepção de movimento organizado e integrado, em função das experiências vividas pelo sujeito cuja ação é resultante de sua individualidade, sua linguagem e sua socialização.”  (Associação Brasileira de Psicomotricidade).

A psicomotricidade aposta que a interação dos aspectos: cognitivo, sensório motor e psíquico formam a base para a capacidade de expressão pelo movimento. O objetivo é favorecer a integração da criança consigo mesma e com o mundo.

A psicomotricidade é como um canal que ajuda a criança a se expressar e acredita que esse aspecto é fundamental para seu equilíbrio emocional. Além disso, facilita a aquisição do esquema corporal, pela tomada de consciência da criança sobre seu próprio corpo.

Veja outros benefícios da psicomotricidade:

  • Favorece o controle do corpo: através das habilidades psicomotoras, a criança aprende a dominar e adaptar os seus movimentos corporais.
  • Ajuda a afirmar sua lateralidade, controle postural, equilíbrio, coordenação, localização no tempo e espaço.
  • Estimula a percepção e discriminação dos objetos, bem como a exploração dos diferentes usos que podem ser dados a eles.
  • Cria hábitos que facilitam o aprendizado, melhora a memória, atenção e concentração, além da criatividade da criança.
  • Introduz noções espaciais, como de cima para baixo, de um lado para o outro, de frente para trás, entre outras.
  • Reforça as noções básicas de cor, tamanho, forma e quantidade através da experiência direta com os elementos do ambiente.
  • Ajuda a criança a se integrar socialmente, com seus pares, ao promover brincadeiras em grupo.
  • Ajuda a criança a enfrentar seus medos: fortalece não apenas seu corpo, mas também sua personalidade.
  • Reafirma seu autoconceito e auto-estima, ao deixar a criança mais segura emocionalmente, resultado de conhecer seus próprios limites e capacidades.

Estimulação sensorial e Psicomotricidade no autismo

No autismo, é muito comum encontrar na criança alguma particularidade sensorial, que varia na intensidade e na forma como as experiências sensoriais são vividas.

A hipersensibilidade, por exemplo, é uma característica comum no autismo e ocorre quando as crianças têm uma audição, tato ou paladar ultra sensíveis. Podem se estressar com barulhos distantes ou não conseguir vestir algumas roupas de determinados tecidos, não tolerando etiquetas, por exemplo. Por outro lado, as crianças com autismo podem ser hipersensíveis e necessitarem de estímulos mais intensos para serem percebidos.

A estimulação sensorial, como base da psicomotricidade, ajuda as crianças com autismo a trabalhar essa sensibilidade (hiper ou hipo) e lidar melhor com elas. O trabalho com a psicomotricidade é muito indicado no tratamento do autismo, tendo uma importante contribuição para o desenvolvimento motor, cognitivo e afetivo das crianças com TEA — Transtorno do Espectro do Autismo.

Restou alguma dúvida sobre psicomotricidade e estimulação sensorial? Deixe nos comentários.

Referências:

FONSECA, Vitor da. Psicomotricidade: uma visão pessoal. Constr. psicopedag. [online]. 2010, vol.18, n.17 [citado  2020-06-01], pp. 42-52. 

Compartilhe este artigo

Comments 7

  1. Aprendi sobre a importancia da psicomotricidade, como trabalhar a parte sensorial principalmente em crianças autistas.

    1. Suporte Neurosaber
  2. Boa tarde, Equipe NeuroSaber!
    Fico muito feliz quando leio uma matéria como esta! Parabéns por contemplar o viés da Psicomotricidade nas questões da Dificuldade da Aprendizagem! Vitor da Fonseca e Le Bouch são excelentes, e embasam o processo de ensino -aprendizagem nesta perspectiva. Excelente!

  3. Pra mim tem sido muito proveitoso os cursos e orientações pois temos muitas crianças especiais.Obrigada!

    1. Suporte Neurosaber
  4. Minha neta é autista o estudo está sendo ótimo para eu me aprofundar nas diversas dificuldades enfrentadas por ela.

    1. Suporte Neurosaber

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *