Letra cursiva para crianças no primeiro e segundo ano é indicado?

A aprendizagem da letra cursiva pode ser algo bem distante em suas lembranças de infância, mas é bem verdade que o treinamento dado à sua prática, enquanto aluno, pode ter garantido um domínio exemplar da escrita que você tem hoje.

O artigo de hoje abordará como isso ocorre e, principalmente, se a letra cursiva é indicada para crianças que estão matriculadas no primeiro e no segundo ano.

Qual a exigência da letra cursiva?

Muitos pais podem carregar essa dúvida em função de a letra cursiva exigir uma coordenação motora mais aprimorada do que a letra bastão, por exemplo. No entanto, é necessário que as práticas sejam auxiliadas pelos educadores a fim que eles orientem os pequenos de maneira eficaz.

Porém, é importante saber o motivo de tal acompanhamento, uma vez que a letra cursiva acompanhará a pessoa por toda a sua vida, em todos os momentos em sua habilidade com a escrita for utilizada.

Escrita X Plataformas digitais

Sabemos que o uso de plataformas digitais tem sido cada vez propagado, ainda mais entre pessoas da nova geração. No entanto, algumas situações pedem a utilização da grafia desenvolvida pelas mãos. É neste quesito que mora a importância do domínio da escrita, para que as crianças desfrutem da total segurança quando precisar escrever algo na escola e na vida em geral.

Mediação entre escola e família

É imprescindível que haja mediação entre essas partes para que tal processo tenha sucesso ao final de tudo. Basta lembrar que os exercícios dados em sala de aula e os deveres feitos em casa são primordiais para induzir as crianças a esses treinamentos que visam à prática das letras cursivas.

A gente precisa ensinar letras cursivas para os pequenos? É indicado?

A resposta é sim. A letra cursiva é importante por significar uma etapa dentro do desenvolvimento da criança. O motivo que justifica o valor desse processo é o fato de a escrita ser a expressão do pensamento.

Sendo assim, devemos lembrar que na letra cursiva esse pensamento torna-se mais fluido, porque essa letra possibilita a continuidade do pensamento através da escrita. Isso não significa que o tipo bastão não seja importante. Ela é muito importante para o processo de leitura. A letra bastão é muito utilizada no início da alfabetização.

Quando essa criança é estimulada nos cinco ou seis primeiros anos com seus aspectos corporais e percepção visual; ela vai desenvolver os pré-requisitos para trabalhar a letra cursiva.

Ponto fundamental para a prática da letra cursiva

– Quando a criança está na faixa dos seis anos, ela provavelmente já pode ter passado por toda essa estimulação significativa (explorando o corpo, as mãos, etc.). Nesse caso, o professor pode começar o processo de escrita cursiva.

No entanto, o educador deve acompanhar a questão do traçado da letra, se está sendo feito de maneira adequada ou se está sendo feito de maneira otimizada para o desenvolvimento da criança.

Exercícios que incentivam

Existem maneiras que procuram favorecer o aprendizado da letra cursiva por parte das crianças. O bom e velho ditado, além de estimular a escrita ortográfica, também tende a desempenhar esse treinamento da forma cursiva.

Pequenos textos a serem desenvolvidos pelos pequenos também são ótimas oportunidades para induzir a coordenação motora e os traçados. É notável que quanto mais prática, mais domínio os alunos em questão terão nesse quesito.

Letra é personalidade

Quando falamos em letra cursiva ou bastão, referimos também em personalidade, já que a escrita é elaborada também para que cada indivíduo possa se expressar e se fazer compreendido no espaço social.

 

Luciana Brites Psicomotricista

Compartilhe este artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *