O que é a Síndrome de Savant?

Muitos de vocês, leitores, já devem ter sido informados sobre as várias habilidades que um indivíduo com autismo pode desenvolver. Certamente, quando existe o acompanhamento devido de um profissional, tais talentos podem ser compensados com o reconhecimento da família, dos amigos e das demais pessoas que compõem o ambiente do autista.

Entretanto, quando esse excesso de habilidades vem acompanhado de limitações, os pais devem ficar atentos. A Síndrome de Savant é caracterizada por esse desequilíbrio no intelecto de uma pessoa. Veja mais sobre isso abaixo:

O que é a Síndrome de Savant?

Embora rara, a condição é descrita na literatura médica há muito tempo. O primeiro registro que se tem ideia data de 1789, feito pelo pai da psiquiatria americana, Benjamin Rush, quando o estudioso descreveu o caso incomum de Thomas Fuller, que demonstrava uma grande habilidade de fazer cálculos, mesmo que não soubesse quase nada de matemática.

Ao longo do tempo, pesquisadores chegaram à conclusão que a Síndrome de Savant poderia ser mais complexa que se imaginava. Se de um lado, a pessoa apresenta talentos incríveis; do outro, ela mostra limitações que afetam, na maioria dos casos, seu poder de comunicação. A condição ocasiona em déficits intelectuais na vida dos indivíduos. As pessoas diagnosticadas com autismo podem manifestar esse quadro.

Importante saber

Interessante notar que nos casos do autismo, algumas características podem ser percebidas com mais facilidade. O pesquisador norte-americano Bernard Rimland, do Autism Research Institute (Instituto de Pesquisa do Autismo) – em San Diego, Califórnia – afirma que quando ocorre um dano no hemisfério esquerdo do cérebro, o hemisfério direito é compensado pela perda ocorrida.

Rimland analisa ainda que, no caso dos diagnosticados com a Síndrome de Savant, as pessoas autistas demonstram habilidades que estão concentradas no hemisfério direito do cérebro, são elas: arte, cálculos, matemática e música. Por outro lado, a parte esquerda do órgão é afetada com os déficits de linguagem e fala. Paradoxalmente, há casos em que o autista desenvolve grande facilidade para os idiomas. Veja abaixo.

Quais são as habilidades provenientes da Síndrome de Savant?

Linguagem: mesmo que a comunicação seja uma barreira para os autistas com a síndrome, eles podem compreender mais de um idioma. Há casos notificados de pessoas diagnosticadas com a Síndrome de Savant que aprendem até 15 idiomas;

Memorização: uma das características mais marcantes em pacientes diagnosticados com a Síndrome de Savant, a grande facilidade de memorizar é bastante comum entre eles, sobretudo itens como catálogos telefônicos, dicionários e outros;

Cálculo: os autistas conseguem fazer cálculos bastante complexos e sem o auxílio de qualquer material para servir de suporte;

Música: os pacientes com a Síndrome de Savant conseguem reproduzir uma peça musical inteira após ouvi-la apenas uma vez;

Artes: as pessoas com esta síndrome demonstram grande facilidade para os trabalhos artísticos, a saber: desenhos, pinturas e esculturas.

A Síndrome de Savant tem cura?

Não existe na literatura médica nenhum indício de cura, mas há tratamento. O primeiro passo é procurar um profissional especialista e que possa estudar o caso para que a partir de suas conclusões, a intervenção mais adequada seja estabelecida.

Veja mais sobre esta síndrome neste post:

Compartilhe este artigo

Comments 20

    1. NeuroSaber Responde
      1. Sera que meu filho tem esta sindrome ele e autista e muito intelugente so nao sei dizer se sabe contar com precisao pois ele so tem 5 anos mais consague mexerno computador muito bem e se ele ver fazer uma unica vez ele aprende e nao esquece mais.

        1. NeuroSaber Responde
  1. Meu filho tem 2 anos e 8 meses e se encaixa na síndrome de Savant e Hiperlexia. Acredita que é possível ter as duas síndromes ao mesmo tempo?

    1. NeuroSaber Responde
    2. seu filho deve ter é autismo , e vc não quer enxergar ..Hiperlexia é muito mais comum no autismo leve o antigo asperger ..

  2. A Sindrome de Savant só se caracteriza em autistas? Todos autistas possuem essa síndrome ? uma pessoa pode ter essa síndrome sem ser autista?

    1. NeuroSaber Responde
  3. Bom dia. Me preocupo muito com meu neto, creio que alguma coisa ele tem. Ele é muito inteligente, tem uma ótima memória, tira ótimas notas na escola , mas é muito estranho.Não se comunica muito com as pessoas, fala pouco, cagueja bastante, escreve bem , mas a letra é horrível , as vezes fica duas horas trancado no banheiro , É carinhoso somente com os pais, cachorro ,primos , Só me beija a muito custo, se eu pedir . Tem alguns tocs : modo de pentear o cabelo , colocar a meia , com comida , fala que está gordo , mas é magro . Dorme bem, come bem ( não tudo)Ele fala que gosta de ser diferente . Joga bola num clube de futebol , brinca no vídeo game, não desce para brincar com as crianças do prédio , fala que gosta de brincar só com as primas . Em casa fala muito pouco, acredito também porque seja gago, mas está fazendo fono. Mas ele é muito quieto, nervoso, irritado. Tenho certeza que minha filha sabe que ele tem algum problema , mas não quer enxergar , e eu não também não tenho coragem de comentar isso com ela . Que médico devemos procurar ? Por favor, me ajude. Eu imploro. Grata.

    1. Suporte Neurosaber
  4. Wilson Araújo.
    28/8/2018

    Além dos tratamento já mencionados, interfira no comportamento dele repreendendo_o com firmeza e seriedade. Proíba e repudie o comportamentos agressivos mesmo que para isso seja aplicado um corretivo do seu jeito. “A gente dobra o espinho quando ele é pequeno, depois de grande é duro” Não deixem ele se entocar no banheiro isso só vai alimentar seu ego.
    A educação dele no futuro depende da forma como ele é criado.

  5. boa tarde
    meu filho desde muito bebe apresenta variáveis do autismo e no desenvolvimento isso só foi se intensificando, pois não apontava, não dava tchau, não se comunicava, usava minha mão como ferramenta, comunicação e fala comprometida, se interessava por objetos e nunca por brinquedos, se chamássemos ele não olhava, alem de qse nunca olhar nos olhos, como até hoje (sendo q ele ja consegue mas não fixa o olhar por muito tempo só 2s ou 3s). Mas com 1 ano e 3 meses aproximadamente começou a se interessar por letras e números e tbm por videos… daí não parou mais… aprendeu muito rapidamente o alfabeto e fonemas em inglês, russo e espanhol, números até 100 na ordem crescente e decrescente em inglês, cores e formas em inglês, fora q tudo isso ele já sabia em português também animais e a maioria das partes do corpo… com dois anos ele já sabia isso muito mais… alem de aprender o alfabeto em libras em uma semana e esta interessado em francês e japonês. Com 3 anos e meio a fala dele melhorou mas tem dificuldade em se comunicar, dizer o que quer, responder, dar continuidade a uma conversa, usar fala gesticulada não sabe, não gosta e não entende ironias e muitas reações, se irrita constantemente, tem restrição a alimentos, mudanças de ambientes ou rotinas devem ser conversadas para q ele aceite… entre outros… e isso só é um resumo! ele foi diagnosticado com cid 10 f-80 f-83, mas acho q não esta correto!

    1. Suporte Neurosaber

      Olá Amaral , tudo bem ? agradecemos por compartilhar conosco , mas sem avaliação não podemos dar uma orientaçãoprecisa sobre caso .
      É importante buscar um especialista para uma segunda avaliação e te da melhores informações e orientação para uma intervenção. De qualquer forma , temos conteúdos no youtube.com/neurosabervideos e também em nossoblog que podem te ajudar em muitas questões.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *