Quais problemas o TDAH pode apresentar?

O Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH) tem causa genéticas. O transtorno neurobiológico é responsável por algumas características como a impulsividade, a falta de atenção e a inquietude. O TDAH aparece na infância e precisa ser tratada para dar à criança e ao adolescente uma qualidade de vida muito boa quando chegar à fase adulta. No entanto, quando isso não ocorre, alguns desses sinais (característicos) citados acima podem se aprofundar e prejudicar muito a pessoa diagnosticada com o TDAH.

Ansiedade e depressão

O TDAH pode levar a um distúrbio de aprendizagem. Tal situação é um passo para que colegas de sala se afastem da criança, levando-a ao estigma de ser alguém ‘diferente’ dos demais. Isso causa ansiedade e depressão no pequeno, pois ele logo perceberá a maneira que o tratam.

Entretanto, é bom ressaltar que quando a criança é medicada e acompanhada por profissionais especialistas; ela pode demonstrar uma vida absolutamente normal, inclusive com os coleguinhas de sala.

Evasão escolar

Os problemas no TDAH, citados na seção anterior, dão continuidade a um comportamento muito ruim na vida acadêmica: a evasão escolar.

Quando o aluno passa pela situação de isolamento pelos colegas e professores; assim como o desenvolvimento de ansiedade e depressão, ele tende a abandonar a escola. Isso acontece principalmente quando o adolescente com TDAH não recebe (e não recebeu na infância) o tratamento ideal. Alguns estudos associam o TDAH como um dos motivos principais da evasão escolar.

Maus resultados na vida escolar

Como o TDAH causa distúrbios de aprendizagem, é inegável que uma pessoa que não passou por uma intervenção que visasse a um tratamento adequado enfrente grandes dificuldades na vida escolar. A evasão escolar não é uma regra na vida de uma pessoa com TDAH, mas quem decide ficar no ambiente em questão (e não recebe tratamento adequado) tende a ter bastante dificuldade para acompanhar a turma e os conteúdos.

Uso de drogas, álcool e outros problemas

A importância de se tratar o TDAH está no fato de que o transtorno pode gerar situações ruins para a pessoa na vida adulta. Pesquisas apontam que usuário de drogas, álcool e que cometem outros atos pode ter tido TDAH na infância.

Infelizmente, não são poucos os relatos de pais que procuram tratamento tardiamente e, assim, descobrem que o filho tem TDAH. O uso de substâncias ilícitas também pode estar ligado ao desenvolvimento do Transtorno Opositivo Desafiador (TOD) – uma das várias comorbidades que surgem no bojo do TDAH – e que, na fase da adolescência, é responsável por atos de rebeldia.

Atenção: nem toda rebeldia e uso de substâncias tóxicas são indícios de TDAH ou TOD. Assim como nem toda pessoa com TDAH ou TOD farão uso de tais produtos ou se comportarão dessa maneira. Tudo deve ser analisado caso a caso.

O tratamento adequado com terapeutas e estimulantes é a melhor saída para essas situações. Quanto mais cedo começarem as intervenções, maiores são as chances de a criança (e o futuro adolescente e adulto) conseguir uma qualidade muito melhor. Lembre-se que informação é tudo e pode salvar o seu filho.

Compartilhe este artigo

Comments 30

  1. Esses artigos são ótimos se lê, apresenta uma linguagem super compreensível e são assuntos muito relevantes para quem atua em sala de aula e que tem alunos que apresenta essas dificuldades. Tenho aprendido muito.

    1. Obrigada Erica! voce encontrará muitas informaçoes nas aulas disponiveis no site e no canal da Neurosaber no you tube.

    1. Obrigada! acompanhe mais informaçoes no site, canal da neurosaber no you tube e em nossas neurolives.

    1. Voce não especifica qual tratamento mas o TDAH e o TEA sempre deve-se procurar uma equipe multidisciplinar.

  2. Quais tratamentos podem ser usados no adulto com tdh que nâo foi tratado na infancia?

    1. Sivaneide sempre é importantissimo que haja um acompanhamento desde a infancia mas quando isso não é possivel deve-se procurar mesmo na idade adulta um tratamento com um neurologista ou outro profissional habilitado.

  3. Lu! Como poderemos ajudar um filho com deficit de atenção na idade adulta?

    1. Marilisia se ele não faz algum acompanhamento neurologico é necessario buscar um profissional para que se necessario medica-lo ou orienta-lo.

  4. Lú! Como posso ajudar meu filho com Deficit de Atenção (hoje ele é um adulto).

    1. Marilia! voce não dá maiores informaçoes ,mas um profissonal especializado poderá auxilia-lo e se necessario medica-lo para que possa diminuir esse deficit que ele possui nesta fase adulta.

  5. Sou psicopedagoga ainda em formação, tenho um reforço escolar que acaba de repetir o 6 ano do ensino fundamental. Ele chegou pra mim no terceiro trimestre e eu tentei ajudá-lo. Ele se recuperou mas nao o suficiente. Eu precisaria que houvesse uma força de trabalhar os conteúdos de forma com que a pessoa com esse distúrbio pudesse ter mais atenção. Muito obrigada ao casal, respeito o trabalho de vcs e gostaria de estar ajudando no que for possível. Abraços!

  6. Ao Casal,
    NeuroSaber
    Meu agradecimento.
    Por todos os conhecimentos compartilhados.

    Roseni Alves

  7. Tenho lido muito sobre o aluno têm ajudado muito mais como supervisor pedagógico preciso e tenho que tentar ajudar os professores pois muitos estão se estressando gostaria de poder fazer algo por eles e como consequências os alunos também. Trabalho com aluno do ensino médio onde há um grande número de professores cansados e alunos que só buscam o mínimo para passar de série vejo e percebo falta de motivação estou precisando dar uma sacodida para 2017 estou cheio de planos mais preciso gerenciar mentes diferentes e tento e não irei desistir pois acredito na educação

    1. Parabens Manoel Raimundo! É necessario nunca desistir e estar procurando sempre um diferencial para alcançarmos exito em nosso trabalho.O trabalho integrado com outros profissonais podem trazer novos caminhos.

    1. Existe a Sindrome de Burnout caracterizada por um disturbio psiquico depressivo precedido de esgotamento fisico e mental intenso.Não sabemos se é esta sindrome a qual se refere.

  8. meu neto passa por tratamento agora, hoje com 8 anos,,ele não consegui aprender nada na escola,apesar de ser muito inteligente,estou aprendendo muito com vcs do neuro saber,ainda não temos resultado dos exames dele,embora falam muito em defcit de atenção.

    1. Conceição mesmo antes do diagnostico já é importante que a escola esteja dando suporte pedagogico a essa criança dentro das suas dificuldades.E continue vendo as varias aulas artigos disponiveis no site e canal da neurosaber para ter conhecimento de como ajuda-lo.

  9. Meu filho tem 7 anos e ainda não consegue ler. Qual o método de aprendizagem para o TDAH E ROD?

    1. Ana Paula! antes de um metodo é necessario todo um trabalho de conscientização da equipe escolar e da familia para que tenha um conhecimento das dificuldades enfrentadas pelo TDAH.Na neurolive com o tema “TDAH na escola” dada pela Luciana Brites,voce encontrara varias informaçoes sobre este assunto. Está disponivel no canal da Neurosaber no youtube.

  10. Lu acompanho tudo e me sinto mto feliz por ter vcs para nós auxiliar … Pois tenho uma filha de cinco anos ainda sem diagnóstico … Porém não paramos de buscar resultados batalhando por terapias …. Tenho mto que agradecer ao casal por passarem tudo o que sabem para famílias que vcs nem conhecem … Que Deus continue abençoando vcs …. Mas queria mesmo saber como faço para assistir a live …. Já fiz as inscrições no canal e não consigo ter acesso na live ao vivo …. Não sei o que fazer… Poderiam me orientar… Obrigada

    1. Josiane! tente inscrever-se novamente e ficar atenta na pagina da neurolive.Voce poderá assistir as neurolives que ficam disponiveis no canal da Neurosaber no you tube.Abraços

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *