Quais são os aspectos psicomotores?

Por acaso vocês sabem quais são os aspectos psicomotores e como eles podem ser determinantes para o desenvolvimento de uma pessoa? Bom, antes de tudo, é necessário relembrar alguns conceitos que tendem a elucidar ainda mais nosso artigo e o seu conhecimento. Confiram abaixo as informações que disponibilizamos para todos vocês.

O que é a psicomotricidade?

Assim como já disponibilizamos em artigos anteriores, vale a pena relembrar que a psicomotricidade deve ser definida como uma ciência que busca fazer a conexão dos aspectos emocionais, cognitivos e motores nas diversas etapas da vida do ser humano. A palavra ‘psicomotricidade’ pode ser dividida da seguinte maneira: psi: aspectos emocionais; co: aspectos cognitivos; motric: movimento humano; idade: etapas de vida do ser humano.

Os aspectos da psicomotricidade

Depois de uma breve revisão sobre o que significa a psicomotricidade, vamos agora mostrar a vocês os aspectos que estão envolvidos nesse processo, responsável pelo desenvolvimento da criança nos anos escolares e pela autonomia do indivíduo por toda a sua vida.

– Afeto

Este aspecto está ligado àquelas funções mais centrais, sobretudo no que diz respeito à formação da personalidade do pequeno. É importante que a criança seja estimulada a esse conjunto de faculdades que possibilitarão a ela o domínio de algumas habilidades. Podemos destacar aqui como pontos principais deste aspecto psicomotor os seguintes tópicos:

  • Orientação na condução de problemas que surgem ao longo do dia a dia;
  • Estímulo a autoestima;
  • Indução à criança a estabelecer uma visão sobre as diferenças individuais;

– Cognição

Este aspecto é um pouco mais complexo que os demais, porém ele também é interligado aos demais. A cognição pode ser definida como o ato que consiste em processar as informações. A função dessa habilidade é o de perceber, integrar, compreender e responder adequadamente a todos os estímulos do ambiente de uma pessoa. Vale ressaltar que isso leva o indivíduo a pensar e a avaliar como e o que fazer para cumprir uma tarefa ou uma atividade social.

Dito isto, pode-se elencar alguns dos principais aspectos psicomotores ligados à cognição, são eles:

  • Estímulo a desafios que instiguem a curiosidade e a inteligência do pequeno;
  • Estímulo a aprendizagem de conceitos;
  • Estímulo ao pensamento questionador e, consequentemente, à curiosidade da criança;

– Movimento

Por último, mas não menos importante, temos o aspecto motor, responsável pela autonomia nas habilidades que lidam com a coordenação motora fina e grossa. Esse conjunto de faculdades é essencial já no desenvolvimento da primeira infância. Os trabalhinhos de escola são um dos principais estímulos que as crianças podem ter para impulsionar essas práticas; afinal, tais exercícios têm justamente a finalidade de treinar o manuseio de diversos objetos.

Sendo assim, confiram abaixo os principais pontos dos aspectos psicomotores relacionados ao movimento:

  • Estímulo à realização de atividades que promovam da coordenação motora fina e grossa (recortes de papel, colagens, bolinhas de papel, dedoches, entre outros);
  • Induzir a criança a conhecer a consciência corporal (percepção sobre o próprio corpo) e as potencialidades que a acompanham;

Outros objetivos da psicomotricidade

  • Reforçar a valorização da autoestima e da identidade própria;
  • Desenvolver a capacidade sensorial em relação ao ambiente externo;
  • Induzir a confiança em si mesma (na criança);
  • Trabalhar a comunicação para a interação social;
  • Estabelecer a consciência e o respeito ao espaço de outras pessoas;

 

 

 

Compartilhe este artigo

Comments 5

    1. Instituto Neurosaber

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *