Quais são os sinais de atraso no desenvolvimento infantil?

Muitos pais demonstram uma preocupação em comum no que diz respeito ao desenvolvimento de uma criança. É verdade que existem sinais cuja percepção pelos adultos pode significar algum problema? O que fazer quando essas características ocorrerem?

Como estar atento aos sinais?

Não existe uma resposta apenas para esses questionamentos, tendo em vista que tais situações de atraso são relativamente comuns: estima-se que entre 10% e 15% das crianças, com menos de 3 anos de idade, apresentem algum quadro de déficit no desenvolvimento. O que torna essa condição diversificada é o fato de não haver somente um caminho que demonstre tal cenário.

Isso significa que o pequeno pode manifestar atraso em sua coordenação motora ampla ou fina, na comunicação verbal, habilidades sociais e até mesmo na capacidade de autocuidado (para se vestir e para se limpar). A sugestão é saber identificar qual a demanda existente para levar a criança a um especialista que possa propor uma intervenção eficaz à situação.

Como identificar?

Para essa identificação, porém, é importante que haja a observação dos pais e de quem mais conviver com o pequeno. Por meio de tal análise diária é que será possível detectar o que não está dentro da normalidade.

A divisão por grupos

O conjunto de desenvolvimento de uma pessoa pode ser dividido em grupos, o que facilita a percepção dos sinais mostrados por seu filho ou filha. Vejam a seguir quais são eles:

– Desenvolvimento físico (sinais de atraso):

Até o 6º mês

– o bebê não consegue firmar o pescoço ou a cabeça;
– quando carregado no colo dá a impressão de estar com o corpo mole ou bem endurecido;
– a cabeça pende para um lado (como se faltasse firmeza);

Até o 12º mês

– não estica os bracinhos para pegar os objetos que estão por perto;
– não fica sentado sem algum apoio;
– não engatinha ou demonstra qualquer intenção de se locomover;

Até os 3 anos de idade

– crescimento abaixo do normal para a idade;
– falta de firmeza para andar;
– quedas constantes;

– Desenvolvimento de fala e linguagem (sinais de atraso):

Até o 18º mês

– não consegue falar mamãe (mamá) e papai (papá);
– não estabelece nenhuma comunicação para indicar incômodo;
– apresenta vocabulário aquém do esperado para crianças de sua idade;

Até os 2 anos

– não consegue seguir instruções simples;
– dificuldades para formar palavras de fácil assimilação;

Até os 4 anos

– apresenta dificuldade para pronunciar consoantes;
– não constrói frases simples;
– não usa pronomes pessoais (eu, mim);

– Desenvolvimento social (sinais de atraso)

Até o 18º mês

– não estabelece contato visual;
– não sorri quando olha para outra pessoa;
– não responde com o olhar quando é chamada;

Até os 2 anos e meio

– não interage com outras pessoas;
– não obedece a instruções simples e cotidianas;

Até os 3 anos

– não conversa com outras crianças;
– prefere o isolamento;
– não sabe expressar quando tem fome, frio ou calor;
– etc.

A melhor saída é procurar por um especialista que possa orientá-los acerca do que pode ser feito para auxiliar no desenvolvimento da criança, dando a ela uma maior qualidade de vida.

Já pensou aprender profundamente as Técnicas Psicomotoras que podem otimizar o Desenvolvimento Infantil de uma maneira Lúdica, Encantadora e Eficaz? Em um curso online completo a Lu Brites te ensina tudo sobre Psicomotricidade com fundamentação científica e de forma prática e simplificada.

Compartilhe este artigo

Comments 9

  1. Gosto muito do trabalho de vocês
    É de muita valia para ajudar pais e professores no auxílio do desenvolvimento de cada criança que precisa.

  2. Este artigo só confirmou a minha suspeita.Meu filho tem atraso no desenvolvimento ,é muito agitado
    e impulsivo e também quase não fala.Obrigada por vcs compartilharem o conhecimento .Estou confiante que ele irá vencer todas as barreiras ,pois,estarei sempre ao seu lado.

  3. NeuroSaber Responde
  4. Meu filho foi diagnosticado por uma neuropsicólogacom com desenvolvimento intelectual abaixo pra idade dele ele tem 8 anos !!preciso procurar um neuro pra ele também diagnóstica ? A escola que ele estuda não está aceitando esse diagnóstico da neuropsicóloga o que faço

    1. NeuroSaber Responde
    2. Boa tarde Fabiana sou Fisioterapeuta especialista em Pediatria, então é necessário que seja feita uma avaliação mais detalhada afim de chegar a um diagnóstico mais conclusivo.
      O Neurologista poderá solicitar exames mais específicos, mas se foi um atraso intelectual normalmente um bom Psicopedagogo consegue te dar um bom suporte.
      Mas o importante é que ele seja avaliado por um outro profissional que possa ver qual é a real necessidade dele.

  5. Vocês estão de Parabéns, os artigos são maravilhosos e estou aprendendo cada vez mais.
    Continuem postando sobre temas importante para o nosso aprendizado.

  6. Sou professora e estou gostando muito dessas infromações,pois poderei contribuir no aprendizado dessas crianças.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *