Avaliação Neuropsicológica

Quando solicitar uma Avaliação Neuropsicologica?

Por acaso vocês sabem a importância que uma avaliação neuropsicológica representa? Certamente, a primeira palavra a vir ilustrar a resposta da maioria dos leitores é prevenção. No entanto, essa técnica também pode ser atribuída à investigação. Profissionais da área da saúde são responsáveis pelas abordagens incluídas nesse procedimento, visando esclarecer e aproximar cada vez mais o diagnóstico de alguma síndrome ou transtorno iminente.

O artigo de hoje vai dar ênfase para o que a Avaliação Neuropsicológica pode fazer em prol dos pacientes que dela necessitam a fim de obter tratamentos eficazes; e que proporcionem o desenvolvimento das pessoas dentro dos limites possíveis.

O que é a Avaliação Neuropiscológica?

Podemos defini-la como um procedimento cujo objetivo é o de investigar os aspectos cognitivos do indivíduo. Além disso, o intuito é analisar também as funções práxicas da pessoa observada. Esse exame é voltado para avaliar suspeitas que ocorrem sob desordens neurobiológicas.

Importante salientar que a partir das técnicas adotadas é possível estudar situações que requerem certo cuidado. As situações mais comuns (de forma geral) são as seguintes:

– Alterações voltadas para a cognição: capacidade de raciocínio, gnosias; capacidade de planejamento e cálculo; abstração, entre outros.

– Alterações de memória, sensopercepção e atenção.

Entretanto, especificando mais o que a Avaliação Neuropsicológica analisa, podemos dizer que os profissionais também utilizam o procedimento na investigação dos pontos abaixo:

– Linguagem;

– Comportamento;

– Aprendizagem;

– Habilidades psicopedagógicas;

– Funções executivas;

– Outros.

Sendo assim, os especialistas que lidam com os casos se baseiam em sintomas que refletem direta e indiretamente nesses itens. Lembrando que a Avaliação Neuropsicológica é complexa e não se resume a essa observação pura e simplesmente, mas utiliza as alterações nas habilidades acima como parâmetro de investigação.

Qual o momento certo para solicitar uma Avaliação Neuropsicológica?

O momento ideal é quando alguma alteração de ordem neurológica é percebida em determinada pessoa. É preciso chamar a atenção para o fato de que não só casos de transtornos ou distúrbios são responsáveis por acender o sinal amarelo (sim, essas situações devem ser levadas ao acompanhamento tão logo os sintomas ficam evidenciados), mas também quando um indivíduo convive com alguma desordem ocasionada por: AVC, traumatismo craniano, situações de demência, entre outras situações.

No entanto, existem outros motivos para que uma pessoa seja submetida a uma Avaliação Neuropsicológica. Confiram abaixo:

– Estudar o funcionamento cognitivo do individuo com a finalidade estabelecer técnicas que potencializem sua reabilitação;

– Criação de estratégias voltadas para os pacientes com o intuito de providenciar melhorias em questões que suscitem dificuldades em seu cotidiano;

– Acompanhar e investigar os passos conquistados durante a recuperação cognitiva de uma pessoa que tenha sido diagnosticada com alguma desordem neurológica;

– Orientar a família do paciente analisado;

– Informar aos familiares acerca da autonomia que o indivíduo pode desfrutar com base na observação realizada pelos profissionais;

Uma pessoa diagnosticada com TDAH pode passar pela Avaliação Neuropsicológica?

A resposta é sim, pois como o TDAH é um transtorno, esse exame é ideal para ajudar a elucidar a situação vivenciada pela pessoa. Lembre-se, a Avaliação Neuropsicológica pode ser aplicada até mesmo em pacientes que receberam o diagnóstico da Doença de Alzheimer, uma vez que essa abordagem analisa a intensidade e até mesmo a evolução da patologia.

Quem são os profissionais responsáveis pela Avaliação Psicológica?

Esse procedimento é multidisciplinar e, como tal, pode ser realizado por especialistas da área médica (neurologistas) e psicológica (psicólogos). Inclusive, o trabalho em conjunto é ideal para proporcionar resultados satisfatórios dentro do esperado.

Importante ressaltar que diante de algum sinal que demonstre a existência de algum transtorno ou distúrbio, o profissional deve ser procurado o quanto antes. A precocidade dos tratamentos reflete muito no desenvolvimento e nos resultados.

Compartilhe este artigo

Comments 4

  1. Sou aluna há tempos mas abro em meus e-mails as aulas mas o curso que me inscrevi e paguei que começaria hoje ainda não consegui acessar. Tenho o aluno etc mas não me recordo. Vou ter que procurar e acessar.

    1. Suporte Neurosaber
  2. Uma criança de 08 anos que foi submetido ao teste Wisc como resultado deu abaixo da média e sua aprendizagem não apresenta progressos … não consegue alfabetizar .Neste caso pode pedir avaliação neuropsicologica?

    1. Suporte Neurosaber

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *